Posted on

LIVROS IMPRESSOS OU DIGITAIS: QUAL O MELHOR PARA AS CRIANÇAS?

LIVROS IMPRESSOS OU DIGITAIS: QUAL O MELHOR PARA AS CRIANÇAS?

Cada um tem suas vantagens: enquanto um livro impresso permite a experiência do tato e do odor por ser algo fisicamente palpável, um livro digital pode ser lido a qualquer hora e em qualquer lugar, é mais barato e possui recursos de interatividade, bastando ter em mão um smartphone (o que a maioria das pessoas possui e utiliza diariamente). Mas, em termos pedagógicos, os livros digitais podem proporcionar uma melhor experiência de leitura devido aos diferentes recursos de interatividade que podem possuir. Esses recursos podem incluir imagens, sons, dicionário, tradutor e outros tipos de interatividade que a um simples toque surgem automaticamente da tela. Porém, especialistas têm recomendado que, apesar de enriquecerem a experiência de leitura,  não se deve exagerar com esses recursos, a ponto de atrapalhar o fluxo do texto: excesso de imagens, sons e links podem desviar a atenção do leitor, quebrando o ritmo da leitura. 

Um exemplo de um bom equilíbrio de interatividade é o livro “O Elefante Maluco”, do autor Wilson Pailo, que possui apenas alguns sons que podem ser acessados pelo leitor em determinados momentos da história, de modo a enriquecer a leitura sem interferir no ritmo e musicalidade do texto em versos. Já em “Vamos Desenhar o João”, do mesmo autor, existe a opção de ouvir a narração completa da história, o que permite a leitura para crianças ainda não alfabetizadas. 

Existem vários estudos a respeito, mas as conclusões ainda não são suficientes para apontar qual seria o melhor. Como dito anteriormente, cada um tem suas vantagens, mas com certeza, os livros digitais vêm ganhando espaço por sua praticidade e riqueza de experiências proporcionadas. 

VOLTAR

COMPARTILHE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *